Prof. Rômulo vota contra o aumento de cargos de indicação política na Câmara

Na última quinta-feira, dia 10 de outubro, a maioria dos vereadores derrubou o veto do Prefeito Almeida ao projeto que cria mais 102 cargos na Câmara Municipal. Esse projeto havia sido aprovado pelos vereadores há alguns meses, porém o Prefeito vetou. Contudo, após alguns meses de discussão, os vereadores na semana passada decidiram derrubar o veto, ou seja, a criação de mais cargos de indicação política na Câmara de Vereadores será autorizada por lei.

O Vereador Prof. Rômulo se posicionou contrariamente à ideia desde o início, pois considera que, sendo necessária a contratação de mais funcionários para auxiliar o trabalho dos vereadores, estas contratações deveriam ser feitas através de concurso público, o que é muito mais justo e garante maior qualificação do quadro funcional da Câmara.

Mais uma vez o Prof. Rômulo mostra coerência na sua atuação como vereador. No ano passado o Prof. Rômulo já havia liderado o movimento que barrou o aumento abusivo de salário dos vereadores e secretários municipais e agora, novamente, vota em defesa da economia dos recursos públicos municipais.

O Ministério Público também já se manifestou contrário à criação de cargos sem concurso na Câmara, e deverá entrar em breve com ação judicial para tentar impedir a efetivação da lei aprovada.

 

Veja na lista em anexo, divulgada ontem pelo Jornal Folha Metropolitana, como votou cada um dos vereadores.

Lista de vereadores e seus votos divulgada pela Folha Metropolitana

Lista de vereadores e seus votos divulgada pela Folha Metropolitana




Você pode deixar um comentario, or trackback from your own site.

Deixe um comentário


Desenvolvido para WordPress | Desenhado por: Douglas Lotto