Prof. Rômulo quer acabar com exigência de software proprietário em concursos públicos no município

Desde outubro de 2009, está em vigor a Lei Municipal 6567 de autoria do Prof. Rômulo, que dispõe  sobre o uso de softwares livres em órgãos públicos do município. Cobramos do Executivo o cumprimento da lei e obtivemos pronta resposta. Contudo o vereador notou uma contradição nos concursos públicos para a Prefeitura, SAAE, Câmara Municipal e Proguaru, que continuaram cobrando conhecimento de um único sistema operacional proprietário e de código fechado, bem como de seus aplicativos.

software livre

Por esse motivo nosso mandato protocolou um Projeto de Lei proibindo que se exiga conhecimento de programas de computador que possuam código fechado, com restrições proprietárias, salvo algumas exceções como para cargos de Engenheiro e Arquiteto no que se referem a conhecimento de programas de elaboração de peças e desenhos técnicos e criação de modelos tridimensionais. Outras exceções poderão ser incluídas futuramente, contanto que haja justificativa adequada.




Você pode deixar um comentario, or trackback from your own site.

Uma resposta to “Prof. Rômulo quer acabar com exigência de software proprietário em concursos públicos no município”

  1. […] projetos de lei que caminham no mesmo sentido foram criadas pelo Prof. Rômulo. Como exemplo, o fim da exigência de conhecimentos em software proprietário nos concursos públicos do Município. Isso significa que os próximos concursos de Guarulhos não vão mais cobrar conhecimentos em […]

Deixe um comentário


Desenvolvido para WordPress | Desenhado por: Douglas Lotto