Prof. Rômulo participa de audiência pública de educação sobre os cursinhos comunitários

Prof. Rômulo defende os Cursinhos Comunitários em audiência pública livre com Secretário de Educação

Realizou-se no último Sábado, 8, no CEU-Paraíso a Audiência Pública Livre dos Cursinhos Comunitários de Guarulhos, que tinha como principal objetivo discutir as demandas dos Cursinhos Comunitários para enviá-las à Conferência Municipal de Educação. Participaram deste evento os Cursinhos Pimentas, Lima Barreto e A-Sol, membros do Conselho Municipal de Educação e também o Secretário Municipal de Educação Prof. Moacir.

Entre outros, o Ver. Prof. Rômulo foi um dos palestrantes, tendo feito sua fala no sentido de apresentar a luta dos cursinhos, sobretudo do Cursinho Pimentas, como uma luta de resistência, uma vez que o cenário do ensino público básico é caótico e não prepara o estudante pobre para enfrentar os vestibulares das grandes universidades públicas do país, desse modo as vagas, que deveriam ser da população mais carente, acabam nas mãos das elites.

Prof. Moacir, Secretário de Educação fala em audiência pública livre

O Prof. Rômulo ressaltou ainda a eficiência do modelo pedagógico de funcionamento dos cursinhos comunitários, que trabalham com a educação para a cidadania e com um processo de motivação e disciplina, que garante ao aluno maior autonomia no processo de aprendizagem, sem que ele seja obrigado a estudar, mas fazendo-o por vontade própria.

O Prof. Rômulo aproveitou a ocasião para cobrar do Secretário Municipal, o reconhecimento dos estudantes de cursinhos comunitários, e também a garantia plena dos direitos deles, bem como o reconhecimento dos próprios cursinhos como centros de ensino (obviamente não vinculados a prefeitura).

Prof. Rômulo defende os Cursinhos Comunitários em audiência pública livre com Secretário de Educação

A Audiência resultou em um documento constando as diversas demandas que foram apresentadas lá, tais quais: reconhecimento dos Cursinhos Comunitários, meia entrada em eventos culturais e passe livre para estudantes de cursinhos comunitários, criação de uma faculdade pública de medicina em Guarulhos, entre outros. Este documento agora será votado em uma das pré-conferências e por fim será discutido na Conferência Magna, que deverá ocorrerá em novembro.

As questões discutidas na Conferência Municipal de Educação servirão de base para a construção do Plano Municipal de Educação, que segundo o Secretário Moacir, será enviado para a Câmara de Vereadores até o início de 2012.




Você pode deixar um comentario, or trackback from your own site.

Deixe um comentário


Desenvolvido para WordPress | Desenhado por: Douglas Lotto