Prof. Rômulo apoia a vinda de médicos estrangeiros para Guarulhos e para o Brasil

mais médicos

mais médicos

Sem sombra de dúvidas, a vinda dos médicos estrangeiros do Programa Mais Médicos para Guarulhos trará benefícios à população. A cidade terá 19 médicos nesta primeira etapa do programa. Eles atuarão nas regiões mais periféricas da cidade nas Unidades Básicas de Saúde.

Guarulhos tem cerca de 1,5 médicos para cada 1000 habitantes, o que dá um pouco mais de 1800 médicos em nossa cidade. Em todo estado de São Paulo a média e de 2,5 médicos por 1000 habitantes. Guarulhos está, portanto, abaixo da média, o que é um grave indicativo, já que a cidade é a segunda maior do Estado.

Do total de médicos em nossa cidade, apenas 316 atuam como médicos de Atenção Básica Municipal nas UBS. A cidade realizou 2 concursos públicos em 2012 e 12 processos seletivos em busca de médicos, mas apenas 46% dos médicos admitidos permaneceram nos cargos. O motivo é que, com a falta de médicos em todo Brasil, a estes profissionais são oferecidos outras oportunidades com melhores salários e benefícios em outros municípios e nas redes particulares de saúde. Trabalham na lógica do “quem paga mais”, e quem sofre é a população com a falta de médico, principalmente nas regiões mais afastadas do centro, locais distantes das residências destes médicos e que por “status” não os interessa.

O programa Mais médicos foi sancionado pela presidenta, Dilma Rousseff, no dia 22 de outubro. Ele trará ao Brasil cerca de 3500 médicos de diversas nacionalidades. Esse médicos atuarão em regiões carentes do país e na Atenção Básica de Saúde por um período de 3 anos.

O Ministério da Saúde pagará as ajudas de custo destes profissionais e fica a cargo dos municípios providenciar moradia e alimentação. Em Guarulhos, corre pela câmara o projeto de Lei que visa atender estas necessidades destes profissionais que chegam a cidade ainda esta semana. O Prof. Rômulo é favorável a medida. Para ele, a vinda destes profissionais trarão benefícios aos bairros mais carentes. Será o início de transformações na saúde da cidade e do Brasil. E estes médicos devem, sim, receber condições adequadas para exercerem suas funções. Votou favorável ao projeto de lei da prefeitura na primeira votação, e votará novamente na segunda votação que acontece amanhã, 31 de outubro.

O programa não é, e nem se propõe a ser, uma solução definitiva para a saúde brasileira. As grandes filas nos hospitais, a demora no atendimento, a má qualidade da saúde são efeitos que tem uma causa: a falta de médicos. Principalmente, os médicos de atenção básica, aqueles que atuam nos postos de saúde (UBS). A solução definitiva é termos mais médicos atuantes de forma permanente em todo país, principalmente nos interiores e áreas mais carentes do Brasil, locais onde a grande maioria dos médicos não querem atuar. E para termos mais médicos de maneira definitiva precisamos formar mais profissionais. As universidades precisam ampliar o número de vagas. Mas tudo indica que pelo corporativismo da classe médica brasileira essa solução vai demorar muito para acontecer. Ao menos que um dia a população tome consciência de que o maior problema da falta de médicos é a mentalidade elitista dos próprios médicos (não de todos os médicos, mas de uma grande maioria).

 

Para saber mais sobre o programa Mais Médicos acesso os sites do Ministério da Saúde

http://portalsaude.saude.gov.br

Para saber onde irão atuar os médicos estrangeiros no município de Guarulhos acesso o site da prefeitura pelo link abaixo

Site da prefeitura




Você pode deixar um comentario, or trackback from your own site.

Deixe um comentário


Desenvolvido para WordPress | Desenhado por: Douglas Lotto