Ministro da Saúde já defende faculdade de medicina em Guarulhos, proposta do Prof. Rômulo

Protesto no Desfile da Independência em 2009

Conforme noticiado ontem, dia 22/05 no Diário de Guarulhos, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, já admitiu a possibilidade de Guarulhos abrigar uma faculdade pública de medicina, proposta encabeçada pelo Prof. Rômulo e pelo Cursinho Comunitário Pimentas  muito tempo.

Em visita na manhã de sábado as obras da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no Jd. São João, o ministro falou sobre a possibilidade de a cidade abrigar uma faculdade de medicina: “Em julho, iniciaremos um plano de formação de médicos, que abrirá cerca de três mil vagas, com locais próprios para o ensino. Guarulhos tem todas as condições para abrigar isso”, segundo fala publicada ontem pelo jornal.  No dia 31/03, em encontro promovido pela bancada de Deputados Estaduais do PT, o Deputado Alencar Santana, parceiro do nosso mandato, já havia ressaltado ao Excelentíssimo Sr. Ministro, a importância de um curso de Medicina em Guarulhos (http://wp.me/p1bNEp-3s).

Há dez anos, o Cursinho Comunitário Pimentas, sob a liderança do Prof. Rômulo, já brigava pela instalação de uma universidade pública em Guarulhos. Graças à essa luta e à articulação política com o Prefeito, Deputados e autoridades do Governo Estadual, vieram três instituições de Ensino Superior para a cidade, duas federais e uma estadual.

Há três anos,  já lutava-se pela vinda de uma faculdade pública de medicina para suprir a falta de médicos na cidade. Após assumir como vereador suplente, o Prof. Rômulo falou por diversas vezes na Tribuna da Câmara sobre o problema da saúde e da urgência dos cursos de saúde, em especial Medicina, na cidade. Reuniu-se de novo com autoridades competentes, organizou manifestações com o Cursinho Comunitário Pimentas e parece que, mais uma vez, toda essa ação política deu resultado. É a prova de que quando há organização, consciência, coragem e, principalmente, vontade política, tudo é possível. No entanto o povo não pode deixar de cobrar. Por enquanto, o curso de medicina não é uma realidade. É preciso continuar pressionando e cobrando quem quer que seja, para que seja feita a nossa vontade e que  não haja mais déficit de médicos na cidade.




Você pode deixar um comentario, or trackback from your own site.

9 respostas to “Ministro da Saúde já defende faculdade de medicina em Guarulhos, proposta do Prof. Rômulo”

  1. […] grande circulação em Guarulhos publicou na sua edição do dia 16 último, uma reportagem sobre a possibilidade de Guarulhos abrigar uma faculdade pública de saúde com curso de medicina, sendo mais um meio de comunicação da cidade a dar crédito ao Cursinho Comunitário Pimentas, […]

  2. ailton disse:

    Olha eu acho que fica difícil abrir um escola de medicina em guarulhos.O conselho federal de medicina e´contra a aberturas de novos cursos de medicina.Há muitas escolas de medicina no pais tanto, ´publicas quanto particulares,alguns cursos foram avaliados pelo mec e não obtiveram notas satisfatórias.Existem instituição de ensino que foram proibidas de abrirem novas vagas de medicina e obrigados a rever metodos pedagógicos que possibilitassem a melhora do aprendizado.Abrir cursos de medicina de má qualidade é colocar a saude da população em risco.Além do mais há muitos médicos no estado de são Paulo,há uma estatística de 1 medico para cada 250 pacientes.Enquanto aqui no estado de são paulo há muitos medicos há Estados com um contingente menor de medicos registrados nos seus conselhos locais.A distribuição geográfica e desigual .Há medicos que passam para fazer residencia em São Paulo e qdo terminar sua residencia continuam exercendo sua profissão no estado de SP concorrendo com os já formados em S.Paulo.

  3. Renato disse:

    Ailton, dá uma olhada neste artigo, que escrevi no Blog do Núcleo Carlos Mariguela. Tem várias informações e um ponto de vista bem diferente sobre o assunto.
    http://rede1969.blogspot.com/2011/06/as-questoes-do-financiamento-e-da.html

    Renato
    Assessor Ver. Prof. Rômulo

  4. ailton disse:

    Renato,parabenizo o vereador Prof. Rômulo pela dedicaçao e desempenho em buscar valorizar a cidade de Guarulhos através da educação.Acredito que ele possa conseguir instalar um curso de medicina na cidade,porém há uma pressão política do conselho Fed. de medicina que é contra a abertura de novos curso.Há solicitação de instituições privadas que pediram abertura do curso de medicina,o mec vetou pq alegou não ser necessário dentro da cidade de s. Paulo ter tantas escolas medicas.Se o mun.de Guarulhos for aprovado a abertura do curso,como ficaria a situação de outras universidade que antes de Guarulhos solicitaram abertura e não foram atendidos?.Eu particularmente torço para que Guarulhos consiga.Acredito que o conselho Federal de medicina quer vetar a abertura de novos curso pq formando-se outros médicos haverá uma concorrencia com os já formados,além é claro da qualidade dos novos curso é claro.Veja ,o cons.fed. de medicina se opõe por interesse pessoal: lei da oferta e procura por profissionais formados;qto mais formados menor a procura e baixa remuneração.Então amigo há muita política nessa área.Abraço amigo.Obrigado por responder o meu e-mail

  5. […] para as UBS, 14 novas viaturas (sendo 10 ambulâncias) e contratados 2 mil novos profissionais, sem contar a possibilidade de a cidade ganhar uma faculdade pública de saúde, o que certamente fará com que aumente a oferta de médicos em […]

  6. […] foi a criação de uma universidade pública de medicina, uma bandeira adotada pelo Prof. Rômulo desde antes de assumir o mandato de vereador. Isso mais uma vez mostra a sintonia entre este Mandato e a vontade da população e prova que com […]

  7. […] luta tem dado tanto resultado que mesmo o Ministro da Saúde já cogitou a possiblidade da cidade abrigar um curso de medicina. No entanto, isso não significa que devemos deixar de fazer pressão para que Guarulhos tenha uma […]

  8. […] que desde 1995 ocorre paralelo as comemorações oficiais do dia da Independência Nacional. Assim como em 2009, nesse ano a principal reivindicação foi a instalação de uma faculdade pública de medicina em […]

  9. […] públicas estaduais. Além disso, o Prof. Rômulo já reivindicava curso de medicina em Guarulhos, muito antes do senhor deputado federal e também tem se esforçado muito mais para que essa demanda se torne […]

Deixe um comentário


Desenvolvido para WordPress | Desenhado por: Douglas Lotto