Câmara Municipal vota hoje aumento abusivo para vereadores

Mais uma vez volta a ser pauta da Câmara Municipal de Guarulhos o aumento do subsídio dos vereadores. Hoje, 27 de julho, em sessão extraordinária, os vereadores se reúnem para votar o aumento de 61%. A proposta parte da Mesa Diretora da Câmara, mas não tem o apoio de todos os vereadores. O Prof. Rômulo, já na primeira vez em que o tema se tornou pauta, posicionou-se contra, e vai continuar mantendo esta posição.

Com o aumento, os vencimentos que hoje são de R$ 9.288,05 passam a ser R$15.031,76. A justificativa da Mesa Diretora é de que a Lei dá o direito aos vereadores de receberem até 75% do valor dos vencimentos dos deputados estaduais. “O aumento pode ser legal, mas é imoral”, afirma o Vereador Prof. Rômulo.

O Vereador irá propor que seja votada uma emenda que institui um aumento mais justo do que o apresentado pela Mesa. Propõe, que assim como no caso dos demais servidores públicos, o reajuste acompanhe o IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo –  do IBGE, o que representou cerca de 24% nos últimos quatro anos. O que é mais coerente, já que os funcionários públicos de Guarulhos receberam neste mesmo período um reajuste de 24,07%.

“A Câmara está perdendo uma grande oportunidade de melhorar um pouco a sua imagem junto à sociedade, caso esse aumento seja aprovado. Este aumento de 61% é incompatível com a realidade”, diz o Prof. Rômulo.




Você pode deixar um comentario, or trackback from your own site.

Deixe um comentário


Desenvolvido para WordPress | Desenhado por: Douglas Lotto